Total de visualizações de página

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Especial de Dia das Crianças

Como hoje é dia das crianças, vou falar um pouco sobre uma parte da minha infância e minha relação com meus país. Sabe sempre que tem uma rodinha de amigos conversando sempre vem aquela nostalgia da infância seguido das lembranças dos clássicos da Disney, mas o problema é que eu não assistia os desenhos da Disney.
Quando eu ia na locadora e queria um desenho da Disney meus pais não deixavam.
E o pior que você vai pensar "Nossa, seus país eram uns desses fanáticos religiosos, que acham que a Disney é a empresa do tinhoso na terra". Na verdade não.
Mas quando eles pegavam a capinha do filme e olhavam que era da Disney eles diziam "Devolve essa merda, que eles não vão parar de cantar o filme todo". E o pior é que era bem verdade. Um dos únicos filmes da Disney que assisti na infância foi o Hercules. Aposto que quando meus pais olharam a capinha devem ter pensado "Não tem como um cara fortão com uma espada na mão ficar cantando por ai o tempo todo". Mas adivinha só. ELE CANTAVA e quando não cantava, outra pessoa cantava por ele.
E hoje em dia eu observo que o trauma com musicais a acompanha meus país até hoje, outro dia minha mãe pegou pra assistir Sweeney Todd, em 15 minutos de filmes ela olhou para mim e disse " Eles não vão parar de cantar nunca?"
Se bem que tudo isso não impediu que meu irmão 10 anos mais novo passasse a infância vendo Xuxa só para baixinhos e que eu ficasse com as músicas até hoje na cabeça cinco patinhos foram passear além das monta... visheee

Lembrando disso tem outra coisa que acontece comigo e com meu irmão foi totalmente o inverso, quando eu tinha 8 anos, um belo dia meus pais chegam para me buscar na escola com os semblantes felizes e dizem filho hoje vamos no cinema. Ai eu não lembro quais filmes estavam passando na época mas presumi que fosse de criança. Então no meio do caminho eu pergunto qual filme iriamos assistir, ai com toda naturalidade eles dizem "O Colecionador de Ossos" não importou o quanto eu chorasse para não ver o filme, afinal os ingressos ja tinham sido comprados. Ai anos mais tarde meu irmão tem 11 anos e sempre que meus pais vão ao cinema juntos é para ver o novo filme da Pixar ou da Dreamworks e se o filme da Sessão da Tarde fica muito forte eles mudam de canal.

Talvez seja por isso que na minha infância eu não confiasse muito nos meus pais. Claro que a maioria das crianças acaba tendo bons motivos para desconfiar dos país principalmente depois da frase dita em um hospital " É só uma picadinha", acreditem país do Brasil depois dessa frase nada vai ser como antes. Mas acaba que minha desconfiança beirava a paranóia, lembro que tinha assistido um filme na Sessão da Tarde sobre um molequinho que tinha país separados acho, ai não lembro qual era o "bangue" mas um dia o pai dele tacava fogo dele ou algo do tipo, nem sei, só sei que o menino passava a vida todo deformado e fudido de queimaduras. Foi ai que um dia eu tropecei e arranhei a perna, ai minha mãe foi fazer um curativo, quando eu olhei o alcool na mão dele eu pensei FUDEU, e sai correndo chorando e gritando porque tinha certeza que eu ia ser queimado ali

Mas só pra terminar, hoje eu também detesto musicais, acho que é de familia mesmo.
Ah e mais uma coisa, quando eu era criança lembro que vi essa cena, na casa de um amigo e será que era só eu que pensava " ISSO VAI DAR MERDA"

2 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    ARAMAKI

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA ,STAR WARS,

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir